Administração de condomínios – O atual perfil dos síndicos


Síndico Profissional | Adaplan

Se observarmos bem de perto, um condomínio possui hábitos bastante semelhantes aos de um município, onde é preciso administrar e manter as áreas todas funcionando da melhor forma possível, os transportes (elevadores, escadas e outros acessos), fornecimento de água, gás, energia elétrica, coleta de lixo, limpeza e etc. E cabe ao síndico cuidar para nada nem ninguém seja prejudicado ou mal atendido.

Para manter uma boa administração de condomínios, são necessários alguns ajustes e investimentos contínuos, tanto na infraestrutura do prédio quanto nas informações passadas ao próprio síndico.

Legislação mais rigorosa

Com as leis condominiais cada vez mais rígidas, como as novas normas de isolamento acústico, os síndicos se tornam obrigados a realizar constantes reciclagens nas suas técnicas de gestão.

É preciso realizar a administração com muita visão empresarial e, principalmente, com responsabilidade, afinal, uma simples decisão errada, pode acabar gerando grandes problemas e até mesmo gastos que poderiam ser evitados.

Moradores mais exigentes

Além de as leis estarem mais rigorosas, elas estão conhecidas, principalmente pelos condôminos, fazendo com que eles saibam cada vez mais sobre as normas a serem seguidas pela administração, tornando-se mais exigentes.

Esta exigência é gerada principalmente pela preocupação deles com a valorização do seu patrimônio, pois uma simples decisão de congelar as taxas de rateio pode fazer com que os investimentos e reformas sejam interrompidos momentaneamente, tornando o condomínio desvalorizado. É preciso saber também realizar a administração de bens.

Como deve ser o novo síndico

Administração de bens - Adaplan

Hoje em dia, realizar uma administração “à moda antiga” está fora de cogitação. A maioria dos síndicos que acredita que não é necessário passar por uma reciclagem é substituída assim que os moradores têm a primeira oportunidade, ou seja, não são reeleitos.

Ter dinamismo, visão gerencial, manter os relatórios de checagem atualizados e saber interpretar as informações é essencial para um administrador. Porque, apesar de um síndico profissional poder delegar algumas das suas funções, somente ele assume as responsabilidades legais sobre o condomínio. Para se encaixar no perfil do novo síndico é preciso ser quase um rábula, ou seja, deve entender bem sobre leis mesmo não sendo formado em Direito, conhecer um pouco de tudo: finanças, recursos humanos, área jurídica, etc.

0 Responses to “Administração de condomínios – O atual perfil dos síndicos”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: