As responsabilidades de uma administradora de condomínios


Administração de condomínios em SP - Adaplan

A crescente urbanização do Brasil fomenta o mercado imobiliário. A tendência cada vez maior
é  de procura por parte das pessoas por condomínios horizontais e verticais. A administração desses espaços é um  trabalho que  envolve a comodidade o bem-­estar, além de estar relacionado a um dos 
principais  patrimônios  de  parte  da  população.  A  terceirização  desses  serviços  é  um  mercado em 
expansão, com diversas empresas  atuando no sentido de minimizar os problemas de ordem jurídica, 
contábil e fiscal desses lares. 


Entre  as  responsabilidades  de  uma  empresa  de  administração  de  condomínios  está  a 
contratação de profissionais capacitados  para lidar com esses problemas. Isso significa diversificação 
nas  áreas  de  atuação  do corpo técnico. Assim se garante a qualidade dos serviços envolvidos, como 
consultoria  tributária,  constituição  do  condomínio,  organização  orçamentária,  etc.  O  número  de 
profissionais  depende  do  porte  e  da  complexidade  da  empresa.  É  importante  que  que  as 
adminsitradoras  estejam  sempre  atualizadas  com  os  normas  e  procedimentos  que regulamentam  o 
mercado. 


No Brasil,  as  empresas devem  buscar  os  órgãos locais  de  organização, de responsabilidade 
das  Prefeituras  Municipais,  com  observação  à  CNAE.  Via  de  regra,  os  dispositivos  legais  de 
regulamentação  do  mercado  imobiliário  dispõem  sobre  a  administração  de  condomínios.  A  Lei 
Complementar  123/06  e  a  Resolução  CGSN  n°  6/07  são  exemplos  de  normas  de  tributação  e 
comércio de propriedades  imobiliárias. Ademais, a ABNT regulamenta questões de segurança como 
instalações  elétricas,  proteção  a  incêndios,  instalação  de  elevadores,  distribuição  de  gás, saídas de 
emergência e outros temas. 


O empreendedor que deseja se inserir nesse mercado deve, além das responsabilidades legais, 
atentar­se para aspectos econômicos como a oferta, ou concorrência, e as características da demanda. 
Nesse  sentido,  é  fundamental  a  busca  constante  por  informações  e  oportunidades,  além  do 
acompanhamento das tendências e atualidades do ramo. Persistência e obstinação são fundamentais, e 
capacidade de estabelecer metas e assumir riscos. 


O  relacionamento  entre  a  adminsitração  de  condomínios  deve  ser  intermediador  dos 
proprietários  e  dos  condôminos,  de  modo  que  os  direitos  de  cada  parte  sejam  devidamente 
representados  em harmonia. O Brasil vive  um momento importante  para  esse setor, pois o mercado 
imobiliário  cresce,  de  um lado  com o aumento  e facilitação do crédito, de  outro  com  o fomento da 
construção  civil.  Esse  ambiente  é  propício  para  a  proliferação  de  um  mercado  cada  vez  mais 
complexo,  com  serviços  diferenciados  e  de  alta  qualidade,  que  estimulam  o  desenvolvimento  da 
sociedade. 

0 Responses to “As responsabilidades de uma administradora de condomínios”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: