NOVA LEI DE PORTÕES AUTOMÁTICOS SP – CIRCULAR AABIC

C I R C U L A R I N F O R M A T I V A AABIC
São Paulo, 25 de maio de 2018.

Ref.: Lei Municipal n. 16.809, de 23 de janeiro de 2018

Em 23 de janeiro de 2018, foi promulgada a Lei Ordinária Municipal n. 16.8091, originária do Projeto de Lei n. 190/17, da Vereadora Sandra Tadeu, que dispõe sobre o funcionamento de portões e cancelas automáticas no Município de São Paulo/SP, cujas peculiaridades serão tratadas na sequência.
Visando resguardar a integridade física dos pedestres e evitar danos em veículos que trafeguem no local, o artigo 1º da lei determina que os portões e cancelas automáticos pivotantes ou basculantes não poderão se projetar para além do alinhamento do imóvel ao realizar movimentos de abertura, fechamento ou travamento. A regra é válida para casas, condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais.
Os portões já existentes que não se enquadrarem no padrão estabelecido pelo artigo 1º deverão ser adaptados pelo proprietário ou possuidor do imóvel, nos moldes dos incisos do artigo 2º, conforme segue:
I – instalação de sensor eletrônico capaz de detectar a passagem de pessoas e veículos, obstando o prosseguimento da abertura ou fechamento;
II – instalação de sinalização sonora e luminosa 15 (quinze) segundos antes da movimentação do portão ou cancela, a fim de alertar pedestres e veículos que transitam no local;
III – adaptação do portão ou cancela a fim de que passe a ser deslizante e não se movimente para fora do alinhamento do imóvel;
IV – adaptação do portão ou cancela a fim de que se movimente para dentro do imóvel, não ocasionando risco aos pedestres que passam pelo local.

Por sua vez, o artigo 3º dispõe acerca das penalidades impostas àqueles que não cumprirem o quanto disposto nesta lei. Num primeiro momento, haverá intimação para
sanar as irregularidades em 30 (dias); caso descumprida a intimação, será aplicada multa no valor de R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais), replicada a cada 30 (trinta) dias, até sua efetiva regularização, atualizada nos moldes do Índice de Preços do Consumidor Amplo – IPCA, ou outro que eventualmente o substitua.
Para a adaptação dos portões e cancelas já existentes, ficou estipulado prazo de 6 meses), conforme artigo 4º da lei. Vale mencionar que, até o presente momento, não foi definido órgão que fiscalizará as adequações conforme a lei em análise.
Ato contínuo, a regulamentação do Poder Executivo, cujo prazo previsto no artigo 5º é de 60 (sessenta) dias da publicação, ainda não ocorreu. Faz-se necessário que os proprietários ou possuidores de casas, condomínios residenciais e estabelecimentos comerciais se adequem às mudanças e adaptações exigidas, a fim de regularizar portões e cancelas automáticos pivotantes ou basculantes tal qual exige a nova lei municipal, evitando futuros contratempos.
Tratando-se de condomínio edilício, recomenda-se que o assunto seja submetido à apreciação dos condomínios em assembleia geral extraordinária, constando da ordem do dia, sendo necessário quórum de maioria simples para aprovação da obra, nos moldes dos artigos 1.352 e 1.353 do Código Civil. Ante a ausência de tal deliberação e visando regularizar a situação do condomínio, poderá o síndico o fazer, conforme artigo 1.341,  §1 º, do Código Civil, vez que se trata de obra necessária.

Fonte: Jurídico AABIC

Anúncios

Adaplan patrocina Atleta de Ciclismo

Não é novidade que o patrocínio público e o incentivo ao esporte no Brasil não é nem de longe um exemplo mundial, ainda mais se falarmos de esportes com pouca popularidade como o caso da vela, do remo, do ciclismo, do handball, entre outros.

Nem sempre há uma lógica naquilo que nos motiva, mas certamente a motivação pode mudar vidas e contagiar pessoas, criar exemplos de vida que também poderão influenciar e motivar outras pessoas.

A ADAPLAN tem sólida tradição e conhecimento na administração de condomínios, administração de imóveis, locação e venda de imóveis, mas nenhuma ligada a esportes e eventos.

É verdade que uma administradora de condomínios deve sempre estar em movimento, se atualizando tecnológica e intelectualmente, mas não podemos abrir mão de nossa essência, que é facilitar a vida e servir pessoas, enxergando o indivíduo e apostando na “motivação” que pode gerar bons exemplos para a sociedade.

Um desses exemplos é o caso do ciclista Luis Gustavo Zanirato Euzebio, que devido sua persistência, história de vida e exemplo que dá para os que o conhecem, sensibilizou pessoalmente um dos diretores da ADAPLAN, lhe proporcionando um pequeno apoio (na medida do possível e muito longe do necessário) para que continue persistindo e fazendo a diferença.

Com muito orgulho hoje podemos dizer que Luis Gustavo, cliclista ADAPLAN, participou da L´etape de Tour de France, realizada em 24 de setembro, percorrendo os 112kms da estrada de Cunha com maestria, alcançando o honrado 24º lugar em sua categoria.

E mais recentemente foi terceiro colocado na etapa 3 da corrida Gear Up! Bike Challenge – Fast Race, realizada em São Paulo, na Marginal Pinheiros, em que Luis Gustavo percorreu 80kms.

Mantendo o ritmo em suas competições, em 25 de novembro o nosso ciclista irá participar de mais uma corrida, que será realizada em Indaiatuba, a Bike Series – Autodromo Capuava Racing, em que cada ciclista tem 3 horas para completar o maior número possível de voltas. Haja adrenalina!

A ADAPLAN não pede, nem ganha isenção de impostos por isso, pois o que nos motiva é o bem feito a quem pode futuramente retribuir o apoio à sociedade, seja incentivando outros, dando aulas, etc.

Se você se interessou pela matéria e também gostaria de ajudar com a publicidade de seu nome, fornecendo material ou patrocínio, procure-nos através do email adaplan@adaplan.com.br ou diretamente com o Luis Gustavo através do email lgeuzebio@hotmail.com  – instagram @gustavoeuzebio .

nov2017 915

 

Campanha Outubro Rosa

Quem disse que coisa séria não pode ser tratada com bom humor e, de brinde, trazer um momento de descontração na empresa? Livia Zanirato, diretora da Adaplan, administadora de condomínios – #administradoradecondomíniossp – mobilizou homens e mulheres em prol do Outubro Rosa, campanha que visa alertar sobre o câncer de mama e a necessidade de uma frequente atenção com acompanhamento e exames.

Os funcionários da Adaplan aderiram à campanha, vindo devidamente  trajados de rosa – #outubrorosa – sendo sorteado ao final pequenas lembranças para os participantes da brincadeira.

A MUDANÇA COMPORTAMENTAL DOS CONSUMIDORES E O FUTURO DA ADMINISTRAÇÃO IMOBILIÁRIA

No dia 22 de agosto de 2017, a ADAPLAN administradora de condomínios e imóveis, participou do 39º aniversário da Associação das Administradoras de Bens Imóveis e Condomínios de São Paulo – AABIC, que além de comemorar mais um ano de existência, proporcionou aos seus associados e participantes refletirem e discutirem sobre o futuro da administração imobiliária.

Contando com autoridades do setor Público, como o Secretário Municipal de Inovação e Tecnologia da Prefeitura de São Paulo, Daniel Annenberg, que foi um dos idealizadores do Poupatempo, e o Secretário da Habitação de São Paulo, o Deputado Rodrigo Garcia, o evento abordou os rumos e expôs as ideias e projetos do Governo para o setor, sempre frisando as mudanças dos costumes e necessidades das pessoas.

Aliás, a mudança comportamental dos consumidores ficou muito bem estampada na exposição da expert em comportamento e tendência do consumidor – Consumer Behavior and Trends Research ( tradução livre) , Daniela Klaiman.

Quem já não notou que o comportamento do consumidor mudou? Provavelmente é o que mais tenhamos notado nessas últimas 2 décadas.

A “nova” geração de consumidores, que entre seus participantes tem gente não tão nova assim, passou a ser mais exigente, informada e, aos poucos, mais consciente.

Estamos passando por uma era em que se “ensaia” abandonarmos o consumismo compulsivo, que torna tudo vertiginosamente obsoleto em meses, dias ou até horas.

Já há vários exemplos de pessoas buscando uma vida mais simples, com menos posses e reaproveitando o que já existe.

Muitos de nós já ouvimos falar que os “adolescentes” não mais têm o carro como sonho de consumo, o que era impensável a 20 anos atrás.

Um movimento destacado é que não é preciso ter posse para se ter acesso, basta que possamos utilizar os meios já existentes, compartilhando com os demais interessados. E aqui não se fala em compartilhamento beneficente ou solidário, mas sim a racionalização do capitalismo, gerando lucro sem nos prejudicarmos.

Não entramos no mérito da discussão se o Uber é bom o ruim, mas é inegável que os consumidores aderiram a ideia. Ali existiam meios subaproveitados, ou seja, carros em abundância (parados ou de fácil aquisição e já fabricados) e pessoas precisando trabalhar (motoristas), bastando que alguém, sem ter que investir em carros e motoristas, juntasse por meio de um aplicativo esses “meios disponíveis” e formasse uma das mais valiosas empresas  para transportar pessoas.

Se por um lado, por força das redes sociais, aplicativos e mudança na forma de interagir e consumir, as pessoas se tornaram seres coletivamente solitários, por outro há a busca pela sustentabilidade das coisas, no sentido mais amplo da palavra.

Sustentável tem origem do Latim: “sustentare”, que significa sustentar, favorecer e conservar. Na prática é a capacidade que o indivíduo ou um grupo de pessoas tem em se manterem dentro de um ambiente sem causar impactos a esse ambiente, favorecendo sua continuidade e conservação para o futuro.

Um consumidor pode agir de forma sustentável não apenas reduzindo seu consumo ou procurando empresas ecológica ou socialmente responsáveis, mas também fomentando novas formas de circulação de riquezas ou até mesmo prestigiando empresas que, embora prestem o mesmo serviço que outras tradicionais, o façam de maneira diferente – por vezes totalmente diferente – que as demais.

Uma vez “apaixonado” pela empresa, serviço ou ideia, esse consumidor se incumbirá de lhe trazer outros fãs.

 

AÇÃO DE RESPONSABILIDADE SOCIAL

 

A Adaplan gostaria de convida-los a participar de um Programa de Responsabilidade Social para ajudar o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho. O programa consiste na doação de cupons fiscais sem CPF ou CNPJ para a instituição, ou seja, o cupom não pode ser solicitado com o CPF ou CNPJ no momento da compra.         O Instituto receberá 30% do valor do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) recolhido pelo estabelecimento na compra do produto.

 

Este programa de Responsabilidade Social visa mobilizar os condôminos e condomínios, promovendo uma captação organizada de recursos para o Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, possibilitando um impacto mais significativo em assistência social para a comunidade paulista.

 

Se o seu condomínio deseje aderir a esta campanha, enviaremos uma urna na qual serão depositadas os cupons fiscais. As urnas devem ser instaladas ao lado dos elevadores da garagem ou no hall dos condomínios, locais de grande circulação de moradores. Toda segunda quinzena do mês, recolheremos os cupons fiscais. O Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho virá até a sede da administradora Adaplan para retirar as doações. No final de cada semestre, faremos a prestação de conta com divulgação do montante arrecadado no período e como será aplicada a verba.

 

Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho: O Instituto atende mais de 11 mil casos de câncer por ano e realiza mais de dez mil consultas e mais de 400 cirurgias por mês. A entidade já recebe um trabalho de doação voluntária de notas ficais paulistas e aplica a verba arrecadada na aquisição de novos equipamentos, reformas e modernização das unidades. Com a participação dos condomínios residenciais e comerciais, esta doação se intensificará.

 

Para saber mais, acesse : www.doutorarnaldo.org

 

 

urna

inst-cancer-arnaldo-viera-carvalho

FOTO INSTITUTO

2015_aabic_respsocial_elevador-2

CARTA CAMPANHA ELEVADOR

A Adaplan agradece aos seus condôminos pelo grande sucesso que foi a campanha do dia das crianças.

Inicialmente não tínhamos ideia do que uma administradora de condomínio em sp poderia fazer para ajudar pessoas com necessidade, mas a resposta veio com seus próprios condôminos, ficando claro que uma administradora de condomínios, há muito deixou de ser apenas a gerenciadora de contas, mas  também é um instrumento importante na mobilização e iniciativa da coletividade condominial e social .

Veja abaixo algumas fotos da festa, sendo que as demais poderão ser visualizadas no blog: http://associacaopureza.blogspot.com.br/

IMG_1917 IMG_2317 IMG_2325 IMG_2329 IMG_2335 IMG_2343 IMG_2344 IMG_2347 IMG_2351 IMG_2354 IMG_2356 IMG_9951 0001I

Campanha Dia das Crianças II

O dia das crianças vem aí e estamos ansiosos em ver a alegria das crianças beneficiadas.

Fora a doação que nossa administradora de condomínios fez e, em que pese o pouco tempo de arrecadação, foi grande a mobilização dos condôminos e a quantidade de doações, o que nos faz crer que uma pequena dose de incentivo, traz um enorme resultado de bondade.

Veja as fotos de doações de alguns condomínios e entregues à associação:

DSC00609 DSC00610 DSC00611 DSC00612 DSC00613 DSC00614 DSC00615 DSC00616                   Oportunamente traremos mais fotos e comentários sobre a festa agendada para o próximo dia das crianças.